BEM - VINDO AO BLOG "MANZOLI RICO - ADVISER"

CONHECIMENTOS E RELAÇÕES PESSOAIS COMPARTILHADAS SÃO VALORES DE UMA SOCIEDADE JUSTA.



quarta-feira, 19 de junho de 2013

LOGÍSTICA & TRANSPORTE - FERRAMENTAS PARA A COMPETITIVIDADE

Comentário gravado para o Programa Economia & Desenvolvimento de 07 de junho de 2.013 para a TV Urbana Canal 11 da NET e Canal 55 UHF + POATV Canal 6 da NET.
A INCUMBÊNCIA DE COMENTAR SOBRE LOGÍSTICA ME LEVA ENFOCAR O TEMA SOB UMA VISÃO COMO ADMINISTRADOR DE EMPRESAS, EM PRIMEIRO LUGAR. TECNICAMENTE DEFINIRIA COMO A ÁREA DA GESTÃO QUE É RESPONSÁVEL POR PROVER RECURSOS, EQUIPAMENTOS E INFORMAÇÕES PARA A EXECUÇÃO DE TODAS AS ATIVIDADES DA EMPRESA. AO MESMO TEMPO, A LOGÍSTICA ENVOLVE, NÃO APENAS A CIÊNCIA DA ADMINISTRAÇÃO, MAS A ECONOMIA, A CONTABILIDADE, A ESTATÍSTICA E O MARKETING. O ENVOLVIMENTO É MAIS AMPLO AINDA, VALENDO-SE DO CONHECIMENTO DA ENGENHARIA, USO DE VÁRIAS TECNOLOGIAS, AS QUESTÕES DO TRANSPORTE E UMA FORTE ANCORAGEM POR PARTE DOS RECURSOS HUMANOS QUE DÃO SUPORTE AS AÇÕES.
FUNDAMENTALMENTE A LOGÍSTICA SE REVESTE DE UMA VISÃO ORGANIZACIONAL HOLÍSTICA, OU SEJA, MARCADA PELA AMPLITUDE NO PROCESSO DE GESTÃO, POIS ENVOLVE OS RECURSOS MATERIAIS, FINANCEIROS, PESSOAIS. A LOGÍSTICA DÁ SUPORTE A TODO O MOVIMENTO DA EMPRESA, DESDE A COMPRA E A ENTRADA DE MATERIAIS, O PLANEJAMENTO DA PRODUÇÃO, O ARMAZENAMENTO, O TRANSPORTE, A DISTRIBUIÇÃO DOS PRODUTOS E TODO UM PROCESSO DE ACOMPANHAMENTO E GERENCIAMENTO DAS INFORMAÇÕES FORA DA EMPRESA.
NA REALIDADE, PODEMOS AFIRMAR QUE A LOGÍSTICA TRANSCENDE O ESPAÇO E A INDIVIDUALIDADE DE UMA EMPRESA, MAS ABRANGE TODA A CADEIA PRODUTIVA ONDE A EMPRESA ESTÁ INSERIDA. ENFIM, A PALAVRA HOLÍSTICA SE INCORPORA A PALAVRA LOGÍSTICA. SE SAIRMOS DO ÂMBITO EMPRESARIAL, A EXPRESSÃO, QUE JÁ ESTÁ MUITO POPULARIZADA LOGO APARECERÁ. QUANDO VAMOS ASSISTIR A UMA PARTIDA DE FUTEBOL COM UM GRUPO DE AMIGOS, CERTAMENTE FALAREMOS SOBRE A NOSSA LOGÍSTICA, OU SEJA, QUE HORA SAIREMOS, IREMOS DE CARRO OU DE ÔNIBUS, ONDE VAMOS ESTACIONAR, QUANTO PRECISAREMOS CAMINHAR, SE ESTÁ CHOVENDO QUAIS OS APETRECHOS LEVAREMOS, VAMOS COMPRAR OS INGRESSOS ANTES, QUAL PORTÃO NOS DARÁ ACESSO AO ESTÁDIO, E POR AÍ VAI. TODOS ESTES SÃO ALGUNS DOS NOSSOS PROCESSOS QUE ENVOLVEM A LOGÍSTICA PARA ASSISTIR A UMA PARTIDA DE FUTEBOL COM UM GRUPO DE AMIGOS. E ASSIM, A LOGÍSTICA ESTÁ PRESENTE EM TUDO E EM TODOS OS MOMENTOS DA NOSSA VIDA DIÁRIA. EM TODO O ABASTECIMENTO DO MERCADO E COM TODOS OS PRODUTOS QUE CONSUMIMOS DIARIAMENTE. DESDE O PÃOZINHO QUE ESTÁ EM NOSSAS MESAS, MEDICAMENTOS, ROUPAS, ENFIM, TUDO MESMO. TUDO ISTO ENVOLVE ADMINISTRADORES DE EMPRESAS E TECNÓLOGOS EM LOGÍSTICA, QUE SÃO OS PROFISSIONAIS ESPECIALISTAS EM ARMAZENAGEM, DISTRIBUIÇÃO E TRANSPORTE DENTRO DE TODO O PROCESSO, POIS PLANEJAM E COORDENAM TODA A MOVIMENTAÇÃO FÍSICA E DE INFORMAÇÕES SOBRE AS OPERAÇÕES MULTIMODAIS E INTERMODAIS DE TRANSPORTE, ONDE ESTÁ INCLUÍDO O GERENCIAMENTO DAS PESSOAS, PARA PROPORCIONAR UM FLUXO OTIMIZADO AO LONGO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS. ESTES PROFISSIONAIS PROJETAM E GERENCIAM AS REDES DE DISTRIBUIÇÃO E AS UNIDADES LOGÍSTICAS E ESTABELECEM OS PROCESSOS DE COMPRAS, IDENTIFICANDO FORNECEDORES, NEGOCIANDO E ESTABELECENDO OS PADRÕES DE RECEBIMENTO, MOVIMENTAÇÃO E EMBALAGEM DE MATERIAIS. TUDO ISTO, ENVOLVE A OCUPAÇÃO DESTES PROFISSIONAIS NOS INVENTÁRIOS, NO GERENCIAMENTO ESTRATÉGICO DOS ESTOQUES, NOS SISTEMAS DE ABASTECIMENTO, PROGRAMAÇÃO E MONITORAMENTO DE FLUXOS, CUSTOS DE FRETES E TRANSBORDOS, SISTEMA DE TRÁFEGO E TRANSBORDOS QUE ENVOLVAM OS MODAIS, TANTO O RODOVIÁRIO, O FERROVIÁRIO, O AEROVIÁRIO, O DUTOVIÁRIO, COMO O AQUAVIÁRIO.
DESTA FORMA, LOGISTICA & TRANSPORTE COMO FERRAMENTAS PARA A COMPETITIVIDADE ENVOLVEM TODO UM CONJUNTO DE PROCESSOS, BEM COMO TODA A INFRAESTRUTURA DE APOIO LOGÍSTICO PÚBLICO DE MOBILIDADE URBANA E INTERURBANA DE UMA CIDADE, REGIÃO OU NAÇÃO. TODA A CAPACIDADE COMPETITIVA GERADA POR PORTOS, AEROPORTOS, ESTRUTURAS DE PORTO SECO, POSIÇÕES ESTRATÉGICAS DE ARMAZENAGEM COM NÍVEL TECNOLÓGICO ADEQUADO ÀS OPERAÇÕES DE DISTRIBUIÇÃO COMPÕEM O CONJUNTO DE FATORES NECESSÁRIO PARA QUE OS PRODUTOS POSSAM CHEGAR AOS CONSUMIDORES.
A CAPACIDADE DE SERMOS COMPETITIVOS, TANTO EM NÍVEL NACIONAL, COMO INTERNACIONAL, DEPENDE DE LOGÍSTICA & TRANSPORTE EFICIENTES E EFICÁZES.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Reconstrução da gestão pública

Comentário de Opinião que realizei em 03 de fevereiro no Programa Economia & Desenvolvimento na TV Urbana Canal 11 da NET e Canal 55 de TV Aberta.

Os fatos que são do conhecimento de todos os telespectadores e que estão relacionados com a tragédia de Santa Maria resultam em um grande trauma para as famílias das vítimas e para a comunidade local, pois é característica das cidades do interior, que as pessoas de uma forma geral se conheçam, direta ou indiretamente.
 
Afora isto, todas as consequências se espalharam por todo o RioGgrande, pelo Brasil e foram manchete em praticamente todos os noticiários do mundo inteiro.
Não quero tecer comentários sobre os aspectos jurídicos, tanto no âmbito policial e criminal, pois isto vai render e não produzir nada, como  já vem rendendo, ou seja, muita pauta para a mídia.
Quero comentar o episódio trágico sob a visão das consequências causadas pela falência da gestão pública e que diante deste funesto acontecimento salta aos olhos de todos os brasileiros.
Estamos diante de um grande queijo suíço, diante de furos por todos os lados.
Isto salta aos olhos da população, pois existem falhas nas legislações e a não clareza das competências, ou seja, qual o papel do corpo de bombeiros, das prefeituras. Ao mesmo tempo tudo se enrola e forma um emaranhado burocrático, que termina com o amparo do poder legislativo, onde juízes determinam medidas liminares para funcionamento, sem uma profunda análise técnica, que deve estar acima dos aspectos legais.
Ao mesmo tempo, a deficiência da fiscalização está estampada, a partir deste caso, pela falta das medidas preventivas em efetivar o fechamento de estabelecimentos que não apresentam as condições de segurança.
Por outro lado, o episódio comprova a falta de respeito e a atitude desleixada com as questões de segurança por parte de muitos empreendedores que estão muito mais ligados na rentabilidade do negócio, do que na aplicação de materiais adequados com a segurança do público.
Se for comentar sobre todos estes aspectos, que já são públicos, deixarei de comentar que todo este drama de grandes proporções representa o caos da gestão pública, que precisa ser reconstruída.
Agora estamos caçando bruxas e está havendo uma corrida para fiscalizar as casas noturnas por todo o rs e, inclusive, em muitos outros estados.
Porque a gestão pública não cuidou disto antes? Precisava acontecer o que aconteceu? Agora vão à caça e só aparecem problemas nos estabelecimentos e a desinformação confunde a população.
E os demais locais de aglomeração ou concentração de pessoas, como por exemplo, os condomínios residenciais, os prédios comerciais, os shoppings centers, as igrejas das mais variadas religiões, os restaurantes, os cinemas e teatros e tantos outros locais.
Não posso omitir a questão da avalanche promovida pela torcida gremista, da qual me incluo, embora não sendo participante. O incidente no jogo pela Copa Libertadores da América foi um aviso e uma graça de deus pelas pequenas proporções.
Fechar aquele setor é uma atitude necessária e imperiosa.
Definir que uma área popular, sob o pretexto de vender ingressos mais baratos, ora bolas. Área popular pode existir, sim e com as pessoas tendo cadeiras para sentar, ou ainda, se preferirem, ficar em pé ou pulando o jogo inteiro.
Interditar o espaço, para refletir e ter uma decisão sábia é o melhor que poderia ter sido feito, neste primeiro momento.
Portanto, esta matéria de segurança para a população precisa ser discutida muito rápido.
Este é um tema prioritário que deve ser visto sob um escopo maior e não apenas em boates e restaurantes.
É um tema que precisa ser legislado sob a ótica da aplicabilidade da lei e voltado para a segurança da população.
Prever um sistema de fiscalização  e a exigência clara de normas, com a participação das entidades como o Crea, corpo de bombeiros, prefeituras, etc... Reage Brasil e cuida dos seus filhos ...

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

MEU VIVEIRO VIRTUAL:

A paixão pelos pássaros é herança, por ser bisneto de imigrantes italianos que se estabeleceram em Florianópolis-SC, terra dos apaixonados pelos pássaros. Desde muito pequeno, meus avós maternos ajudaram para que isto se incorporasse também no meu DNA. Afora isto, a força do uso das tintas, que Deus colocou na ponta do Seu pincel quando criou os pássaros, bem como o poder de alimentá-los diariamente, tornou-se uma parábola bíblica sobre a Máxima Divina de que ... "nada vos faltará".
Clicando no link abaixo, o amigo (a) leitor poderá acessar diretamente o viveiro virtual, totalmente construído com a colaboração dos meus amigos (as) via Facebook, a quem agradeço. Nenhuma foto foi solicitada, mas enviada como iniciativa espontânea e individual, por pessoas do meu network que foram sensíveis a minha paixão pelos pássaros e, certamente, porque também os curtem.
http://www.facebook.com/media/set/set=a.4896751612592.184534.1111902426&type=3#!/carlos.a.rico.90/photos_stream  

terça-feira, 7 de agosto de 2012

PRESENÇA NA 14ª TRANSPOSUL

A presença da TRIEL-HT e da MANZOLI RICO - ADVISER na última edição da TRANSPOSUL foi motivo de muita satisfação, pois marcou a apresentação dos produtos pela primeira vez em uma feira. A tecnologia transferida pela COMETTO - ARGENTINA com mais de 30 anos e especializada em produzir pranchas está integrada com a alta qualidade na produção realizada pela TRIEL - HT. Istdo está mostrando ao mercado pranchas com diferenciais tecnológicos e o esmero na produção, tanto nas matérias primas aplicadas, como na mão-de-obra. Tanto COMETTO ARGENTINA, como TRIEL-HT são empresas com certificação ISO 9001.
A seguir alguns detalhes técnicos das Pranchas TRIEL-HT.

ESTRUTURA: Totalmente construída com perfil laminado em aço estrutural”, vigas “I” e “W” inteiras sem emendas de solda, que proporcionam um conjunto estrutural mais resistente e leve e contribuem para uma excelente relação de peso e beneficio;
PESCOÇOS FIXOS OU REMOVÍVEIS: Construídos com perfil laminado em aço estrutural, com travessas do mesmo material reforçado e pino rei de 2”;
PLATAFORMAS DE CARGA: Modelos retos ou rebaixados
# Construída com 04 vigas longitudinais, 02 centrais e 02 laterais;
# Travessas em perfil laminado “I”, passantes e inteiriças;
# Piso em chapa de aço xadrez e trilhos laterais em madeira espessura de 50 mm;
# Engates laterais para amarração de carga;
# Fechamento superior sobre os pneus;
EIXOS: Todos os eixos em aço tubular e com dimensões especiais, sendo reforçados e dimensionados para a carga máxima exigida em cada modelo, com freios de ar 8” e com “spring break”;
OBS: As molas estão apoiadas sobre o eixo e proporcionam uma maior distancia do solo, diferencial tecnológico que permite ao veículo circular com maior liberdade por caminhos de difícil acesso.
O sistema tradicional com molas abaixo dos eixos mantém a sustentação do peso de carga somente em dois grampos de fixação. O nosso inovador sistema de molas distribui estes esforços a todo o conjunto e que se traduz em vantagem para o cliente.
RAMPAS TRASEIRAS: Fabricadas com perfis laminados em aço estrutural e compensadas com molas, que permitem a movimentação por uma pessoa apenas.
GARANTIA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA: Nossos produtos possuem garantia de 01 ano contra defeitos de fabricação e materiais defeituosos.
Possuímos mais de 50 oficinas autorizadas no Brasil para prestar manutenção em todos os equipamentos produzidos pela TRIEL-HT.



PRANCHAS DE 4 EIXOS - FABRICADAS EM ERECHIM E EXPORTADAS PARA PAÍS SUL AMERICANO

As pranchas com 4 eixos representam uma excelente solução para as empresas transportadoras que operam no transporte de máquinas e equipamentos rodoviários especiais. Abaixo um detalhe fotográfico de uma das 30 unidades exportadas nos mês de janeiro de 2.012.


quarta-feira, 20 de junho de 2012

14ª TRANSPOSUL - LANÇAMENTO DE NOVAS PRANCHAS MODELO S-24-45

NOS DIAS 04, 05 E 06 DE JULHO DE 2.012 ACONTECEU A 14ª TRANSPOSUL NOS PAVILHÕES DA FIERGS EM PORTO ALEGRE - RS.

A MANZOLI RICO ESTEVE PRESENTE COMO PARCEIRA DA TRIEL-HT E DA COMETTO S/A - ARGENTINA, APRESENTANDO SUA LINHA DE PRANCHAS COMPOSTA POR REBOQUES E SEMI REBOQUES PARA O TRANSPORTE DE EQUIPAMENTOS RODOVIÁRIOS PESADOS ENTRE 10 E 150 TONELADAS.

O DESTAQUE DA EXPOSIÇÃO ESTÁ PARA O SUPER MODELO DE S-24-45 COM AS SEGUINTES PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS:

-  6 EIXOS SENDO OS DOIS PRIMEIROS E O ÚLTIMO EIXO DIRECIONAIS.
- CAPACIDADE DE CARGA: 75 TONELADAS
- PESCOÇO FIXO PARA DOLLY.
- PLATAFORMA OPERACIONAL COM 12.500 MM DE COMPRIMENTO E 2600 MM DE LARGURA, COM POSSIBILIDADE DE COM ALARGADORES CHEGAR A 3.200 MM.
DISTANCIA ENTRE EIXOS: 1350 MM.
OBS: TEMOS OUTRAS OPÇÕES CONSTRUTIVAS NO CASO DE PROJETO CUSTOMIZADO.

 OPÇÕES DE RODADO: 275/80 R 22,5"/9 X 20"
                                           275/70 R22,5"
                                           245/70r17,5" 



EIXOS DIRECIONAIS

O DESTAQUE ESTÁ PARA OS DOIS PRIMEIROS EIXOS, ASSIM COMO PARA O ÚLTIMO EIXO. SÃO TODOS EIXOS DIRECIONAIS.
PROPORCIONAM MUITO MAIS VERSATILIDADE PARA MANOBRAS E MUITO MENOS ESFORÇO DE TODA A ESTRUTURA DA PRANCHA.


RAMPAS

RAMPAS COM 12º DE INCLINAÇÃO ENTRE O SOLO E A PLATAFORMA OPERACIONAL, PROPORCIONANDO MUITO MAIS FACILIDADE NO EMBARQUE E DESEMBARQUE DOS EQUIPAMENTOS.


domingo, 27 de novembro de 2011

ANGUSTIA DO EMPRESÁRIO BRASILEIRO

PL 993 / 2011 BENEFICIA AS EMPRESAS. PUBLICO A ÍNTEGRA DO ASSUNTO RECEBIDO
Na edição da Lei Complementar 110 / 2001, foi beneficiado apenas o Empregado e garfado o Empresário ( Empresa ). O P L abaixo estende às empresas o mesmo beneficio dos Planos Econômicos BRESSER / COLLOR concedido aos empregados. Muitos empregados já sacaram os valores que lhes eram devidos. Os valores devidos aos empregadores estão creditados e bloqueados na CEF. Segundo se sabe, trata-se de uma montanha de dinheiro não alcançado aos seus verdadeiros donos. O período do benefício é 1989/1990 para os empregados que tinham CARTEIRA ASSINADA, nessa época. Para as empresas o crédito é referente aos empregados NÃO OPTANTES (saque da Empresa ) desde 01.01.1967 / início do FGTS, cuja correção dos Planos referidos, não foi incluída na Lei Complementar acima citada.
Em 16/11/11 o Dep. Vicentinho, presidente da Comissão de Trabalho da Câmara Federal, apresentou relatório recomendando aprovação do Projeto.
Estou apresentando o LINK para ver o PL 993 / 2011 que libera recursos financeiros, das EMPRESAS, relativo ao F G T S , bloqueados na C E F, e que muitos desconhecem ter a empresa direito , também ao FGTS dos NÃO OPTANTES, razão para o sucesso do Projeto de Lei, que beneficiará a PESSOA JURÍDICA de todo o PAÍS.
Com meu abraço
NIELON JOSÉ MEIRELLES ESCOUTO
Membro Jubilado OAB/RS 9877
Fone: 51-91-17-12-47

segunda-feira, 6 de junho de 2011

TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA

A M.R. MANZOLI RICO - ADVISER orgulhosamente concluiu no dia 23 de maio a formatação da parceria entre a empresa portenha COMETTO S/A e a gaúcha TRIELHT localizada no Distrito Industrial de Erechim. Durante nove meses de trabalho a M.R. MANZOLI RICO ADVISER identificou as necessidades da COMETTO S/A e aplicou a sua metodologia de serviços de CORPORATE HUNTER, realizando a prospecção, a seleção, a análise, a avaliação, a identificação de perfis das empresas candidatas e a escolha final com vistas ao processo negocial face-to-face.
A adequação do porte de empresas e a cultura empresarial, aliadas a capacidade de produção e o cacife financeiro, somados com a força no mercado, são alguns dos aspectos que exigiram a concentração de esforços da M.R. MANZOLI RICO - ADVISER. 
Estas são algumas características que identificam este tipo de operação de cooperação e que tem como aspecto filosófico básico a capacidade de trabalhar em conjunto dos potenciais pares. 
A operação chegou ao fechamento das grandes linhas em dezembro de 2.010 e a partir de janeiro entrou em fase de construção dos detalhes contratuais da transferência de tecnologia da portenha COMETTO S/A, para a gaúcha TRIELHT, com vistas a produção de reboques e semirreboques para o transporte rodoviário.
O grande destaque desta operação está na forte segmentação de produtos sob o aspecto de capacidade de carga, abarcando 15 modelos que se apresentam entre 10 e 150 Toneladas, com potencial para atender todos os tipos de mercados. 
A parceria abrange todo o território brasileiro, vários países da América Latina e países africanos.
Parabéns e sucesso nesta operação que projeta negócios em volumes expressivos para estas empresas que já estão abiscoitando os primeiros pedidos gerados pelos mercados de construtoras prediais e rodoviárias, prefeituras municipais, mineradoras, entre tantas outras. 
  

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

PESSOAS PRÓ - ATIVAS E REATIVAS

Pessoas PRÓ-ATIVAS influenciam o meio, garantem harmonia e influenciam boas energias, iluminam tudo e a todos ao seu redor. Nunca se sentem vítimas das circunstâncias. Escolhem com sabedoria as coisas que podem influir para uma mudança significadtiva que atenda a muitos.
As pessoas REATIVAS são as pessoas que pensam e atuam dentro dos padrões de causa e efeito.
1) Quando o PRÓ-ATIVO comete um erro diz: "Enganei-me" e aprende a lição. Quando o REATIVO comete um erro diz: "A Culpa Não Foi Minha", e responsabiliza os outros.
2) O PRÓ-ATIVO sabe que a adversidade é o melhor dos mestres. O REATIVO sente-se vítima diante de uma adversidade.
3) O PRÓ-ATIVO sabe que o resultado das coisas depende de si. O REATIVO acha-se perseguido pelo azar.
4) O PRÓ-ATIVO trabalha muito e sempre arranja tempo para si próprio. O REATIVO está sempre "muito ocupado" e não tem tempo sequer para os seus.
5) O PRÓ-ATIVO enfreta os desafios um a um. O REATIVO contorna os desafios e não se atreve a enfrentá-los.
6) O PRÓ-ATIVO compromete-se, dá a sua palavra e cumpre. O REATIVO faz promessas e quando falha, só sabe se justificar.
7) O PRÓ-ATIVO diz: " Sou bom, mas vou ser melhor ainda". O REATIVO diz: "Não sou tão mau assim; há muitos piores do que eu".
8) O PRÓ-ATIVO ouve, compreende e responde. O REATIVO não espera que chegue a sua vez de falar.
9) O PRÓ-ATIVO respeita os que sabem mais e procura aprender algo com eles. O REATIVO resiste a todos os que sabem mais e apenas se fixa nos defeitos das pessoas.
10) O PRÓ-ATIVO se sente responsável por algo mais que o seu trabalho. O REATIVO nunca se compromete  e diz: "Faço meu trabalho e é quanto basta".
11) O PRÓ-ATIVO diz: "Deve haver uma forma melhor de fazer". O REATIVO diz: "Sempre fizemos assim, não existe forma melhor", ou ainda, "De outro jeito, não vai dar certo".

UM PRÓ-ATIVO É PARTE DA SOLUÇÃO. UM REATIVO É PARTE DO PROBLEMA
Comentário de Gestão feito no Programa Panorama Imobiliário de 22 de novembro de 2.010 - POATV Canal 6 NET 
Assista o Programa também pela Rede Mundial de Computadores pelo web site http://www.poatv.org/
Todas as segundas-feiras às 20:30 horas com reapresentação aos domingos às 8:30 horas


quinta-feira, 18 de novembro de 2010

MARKETING EXPERIENCIAL E AS EMOÇÕES DOS CLIENTES

Comentário realizado no Programa Panorama Imobiliário de 08 de novembro de 2.010.

Muito se fala sobre o entendimento em relação ao conjunto de ferramentas que compõem o Marketing e que proporciona a aplicabilidade essencial para a gestão mercadológica das empresas, independente de porte ou tipo de atividade econômica.
O Marketing Experiencial contém a definição de conceitos qualitativos essenciais, em relação aos consumidores, pois nos trazem respostas sensíveis e avançadas em relação ao mercado e na conceituação do negócio em si, pois contém os sentimentos dos consumidores, ou seja, estamos falando de emoções.
Esta conceituação do negócio causa decorrências, que estão inseridas em todos os processos da empresa e nas posturas das ações estratégicas inerentes a toda à organização, devem estar claras na missão, nos valores e na definição do negócio em si.
O Marketing Experiencial é baseado nas emoções e experiências vividas pelo consumidor no momento da compra, quando ocorre uma interação viva entre a marca e o cliente, pois provoca comportamentos que permitem a maior aproximação e fidelização dos consumidores. As emoções e as sensações fazem muito mais a diferença do que o preço e proporcionam o envolvimento, que é atributo agregado maior do que o próprio impulso.
A análise das emoções dos clientes de uma marca leva-nos a verificar os fatores que concorrem para tal. A experiência da “percepção” agrega ao produto a atratividade peculiar e única, que sensibiliza e aguça a parte sensitiva do indivíduo.
As experiências do “sentir” relacionam-se através da visão, do som, do toque, do gosto, do cheiro, enfim, da compreensão do impacto sensorial. É muito utilizado pelas empresas para diferenciar-se e para motivar os clientes.
Assim, os sentimentos interiores e as emoções dos consumidores criam as experiências afetivas, que poderão variar de intensidade, dependendo da forma como se ligam a uma marca.
O marketing do “pensar” apela ao intelecto com o objetivo de criar experiências do conhecimento, que façam o consumidor se envolver com a marca de forma criativa, que conduzem a surpresa, a intriga e a provocação.
A interação com o consumidor pelo “agir” é baseada na ação de despertar experiências corporais, estilos de vida, interações motivacionais, inspirações espontâneas de acordo com a natureza humana.
Os sentimentos que envolvem o “relacionar” apelam para o desejo de valorização do indivíduo que projeta a imagem da sua personalidade para o futuro e apela para a necessidade de aceitação entre os seus pares, a comunidade e os segmentos que integram o network do indivíduo.
Consumidores como nós estamos ou não fidelizados aos nossos fornecedores, porque “percebemos” uma atmosfera ambiental agradável em seus estabelecimentos e ao mesmo tempo “sentimos” o prazer sensorial no momento da compra, geramos o envolvimento do “pensar”, com as experiências hightech, os desafios e, por isto, os vínculos com a marca. A aliança pelo “agir” faz a interação com as fantasias da natureza humana, que mexem com a nossa motivação através dos ícones mais próximos ou do cinema, dos esportes, da TV e da música, enfim, dos nossos heróis projetados, enquanto o contexto do “relacionar”, nos identifica como seres sociais, que usufrui e sente-se orgulhoso da marca e propaga esta satisfação para as comunidades de relacionamento.
Portanto, o cliente é pura emoção, pois manifesta as sensações contidas entre a felicidade e o aborrecimento ao adquirir produtos e serviços. É neste espectro das sensações que está contido o Marketing Experiencial, com o seu “toque sensitivo” e explicito em relação aos conceitos e suas decorrências, não representados por fórmulas matemáticas e exatas, mas pela essência psicossomática da existência humana.

sábado, 16 de outubro de 2010

LEI GERAL DAS MPES TEM COMITÊ GESTOR FORMADO

No dia 05 de outubro foi comemorado o dia das micro e das pequenas empresas no município de Butiá-RS, como acontece em todo o Brasil. Neste caso uma feliz coincidência, pois este dia está inserido na semana comemorativa à emancipação política do município. Ao mesmo tempo, a Lei Municipal das MPEs escolheu este dia que teve como marco a posse do Comitê Gestor Municipal. O ato foi realizado no auditório da Câmara de Vereadores, quando se realizou uma audiência pública e a apresentação dos indicadores que foram obtidos através do Diagnóstico da Lei Geral das MPEs, elaborado pelo Comitê Gestor Municipal, sob a coordenação do SEBRAE/RS, através da metodologia desenvolvida por aquela instituição. No detalhe abaixo o registro do evento, que prosseguirá com a elaboração dos Planos de Ação para que a Lei Geral das MPEs seja um instrumento ao desenvolvimento municipal.



sexta-feira, 8 de outubro de 2010

BANDA FEMININA JAPONESA

As bandas são, para este blogueiro, um símbolo que representa algo que envolve planejamento, organização, direção e controle, enfim as pilastras da ciência da Administração. Quando recebi esta banda de mulheres japonesas, fiquei encantado, pois a Terra do Sol Nascente é, no mundo globalizado, o nascedouro dos princípios da qualidade total. Assim sendo, este pioneirismo nipônico está inserido na banda, juntamente com a simplicidade, beleza, graça, mistica e delicadeza da mulher japonesa, que colocou muito encanto nesta apresentação. Por termos um link com a Banda da Guarda Real Norueguesa composta por soldados e cujo espírito é relacionar com a gestão, hoje ofertamos aos nossos seguidores este brinde oriental.



video

domingo, 29 de agosto de 2010

OPORTUNIDADE DE INVESTIMENTO

Empresa de Alta Tecnologia e Projetos do setor metal-mecânico, com foco em sistemas construtivos para pavilhões industriais. Possui uma vasta carteira de clientes composta por grandes empresas multinacionais e nacionais, tanto no Brasil, como no exterior e com elevado potencial de expansão. O mercado de atuação possui baixa concorrência, que é combatida pelo elevado nível de especialização em projetos customizados e o alto desenvolvimento tecnológico, fato que torna a oportunidade muito atrativa para investidores que buscam volume na transação e excelente rentabilidade na operação.
Investimento: € 10 milhões de Euros com 100% do capital social
Fluxo de Caixa do Investimento: 30% na formalização e 70% em 2 anos, com pagamento anual.
Percentual de acompanhamento de repasse de tecnologia e de desenvolvimento por 2 anos, remunerados pelo percentual de 1,5% sobre o faturamento bruto.
Potencial de faturamento nos mercados interno e externo: R$ 50 milhões anuais
Rentabilidade sobre vendas depois dos Impostos sobre o Lucro: 14% com base em Plano de Negócios estruturado por nossa consultoria.

OPORTUNIDADE DE INVESTIMENTO

Empresa do Setor Químico, produz artigos de Limpeza e Higiene para uso doméstico e geral, sendo que a marca possui forte tradição de mercado, com mais de 50 anos no segmento de atuação.
Potencial de Faturamento: R$ 47 milhões no Ano I e R$ 59 milhões no Ano II
Rentabilidade Depois dos Impostos sobre Lucro: 18,5% conforme detalhado Plano de Negócios desenvolvido por nossa consultoria.
Investimento: R$ 15 milhões para 100% do capital social + R$ 1 milhão de capital de giro.
Estão incluídos na operação todos os equipamentos fabris necessários para a operação. Ao mesmo tempo, inclui-se na operação o terreno de 28.000 m2, com privilegiada liquidez, a marca de renome no segmento e o mercado de atuação.

PARCEIRO BRASILEIRO PARA EXPANSÃO - TECNOLOGIA E PRODUTOS

Empresa do exterior, com elevada tecnologia no setor de materiais de transporte, com produtos de alta qualidade, dotados de certificação ISO 9001/2000 entre outras. Fomos incumbidos de formatar aliança operacional com empresa brasileira que tenha a intenção de ampliar sua linha de produtos via transferência de tecnologia, nas diversas versões de acoplados, reboques e semi-reboques.
São mais de 20 modelos de veículos especiais para o transporte de todo tipo de máquinas, cargas especiais em estrada e obras, com capacidade entre 10 e 150 toneladas.
Tipo de Cooperação: Transferência de todos os projetos de produtos, tecnologia e acompanhamento necessário para a implantação da parceria.
Valor do Investimento: US$ 150.000,00 + necessidade de capital de giro a ser determinada na elaboração do Plano de Negócios, quando da prospecção do investidor e/ou empresa com potencialidade.
Royalties: 3% sobre as unidades efetivamente vendidas.
Compromisso de compra: Contrato de até 100 unidades por ano, produzidas pelo parceiro brasileiro, para distribuição no País de origem, com exclusividade. 

PROSPECÇÃO DE DISTRIBUIDORES – SETOR DA CONSTRUÇÃO CIVIL / QUÍMICA

Nosso serviço de “CORPORATE HUNTER” está prospectando empresas distribuidoras de produtos químicos focados no setor da construção civil. Os produtos são insumos químicos e tintas direcionadas para o segmento de pisos industriais e comerciais, na categoria de Revestimento de Alto Desempenho – R.A.D. O perfil exige características de atuação regional e estrutura de vendas adequadas à operação, para este cliente industrial do exterior. Para maiores informações, por favor, entre em contato conosco, pelo e-mail camrico@portoweb.com.br

NOSSA POSTURA DE ATENDIMENTO

Nossos serviços são caracterizados pelo absoluto sigilo e confidencialidade. Os nomes de empresas, de marcas e de diretores, assim como de investidores potenciais, somente serão revelados, a partir da autorização das partes e do momento em que identificarmos a adequação dos respectivos perfis. Este posicionamento identifica uma postura de compromisso com nossos clientes, no sentido de protegê-los de qualquer espécie de constrangimentos. Ao mesmo tempo, evitaremos a exposição desnecessária, já a partir da na fase inicial, pois os nossos serviços estão fundamentados na confidência e na confiança.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

GESTÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL

Nos processos de estruturação de parcerias entre empresas, o tema que se arrola como da maior importância é o da propriedade intelectual, um dos ativos mais relevantes e, por muitos, tratado com a indevida atenção que merece. Por não ser um bem tangível, mas ao mesmo tempo ser um dos maiores patrimônios empresariais, pois representa as marcas, as patentes, os domínios de internet, o conhecimento fruto de investimentos em pesquisas, enfim o direito autoral do saber, todos estes ativos são muitas vezes tratados com um certo desleixo. Para tal, deve-se dar o devido tratamento estratégico na gestão da propriedade intelectual. Se faz necessário gerir estes direitos com a assistência de um profissional especializado neste segmento. Uma das recomendações é "cercar as marcas" para assim, evitar que haja "pirataria" dentro das próprias classes de registro e assim, não ser surprendido. Somos muito zelosos neste quesito, pois nossos serviços de "corporate hunter" aproximam e consolidam parcerias operacionais e o novo formato deve, sempre, prever como será o comportamento de ambas as partes em relação a propriedade intelectual. Por esta razão, temos uma parceria de 13 anos com uma empresa séria e, se não bastasse, competente, pois tem à frente uma das maiores autoridades, que é a consultoria da PAP- Paulo Afonso Pereira - Propriedade Intelectual. Estamos sempre em conexão pela relevância do tema. Há poucos dias, em contato com a PAP, o caso de um cliente que temos na Argentina, que estamos preparando a entrada no mercado brasileiro, apresentou uma importante questão na área de patentes. Esta análise foi levantada e, se não tivesse sido analisada com profundidade e caráter preventivo, poderia trazer enormes problemas na estruturação da operação, que está em andamento. Aguarde que, em breve, neste blog, o titular da PAP estará postando artigo sobre a questão da importância da gestão da propriedade intelectual.   

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

O DIRECIONAMENTO ESTRATÉGICO DA MANZOLI RICO - ADVISER

MISSÃO está centrada em agregar todo o nosso "know-how" e comprometimento nas melhores técnicas de gestão de empresarial e compartilhar o "network" empresarial próprio na formatação de promissoras e duradouras alianças entre empresas.
A nossa VISÃO é ser referência no Brasil e no exterior, como especialista na estruturação de negócios, para o crescimento de empresas.
O nosso FOCO está na ética, na competência e na qualidade dos serviços.
Os OBJETIVOS estarão sempre centrados no compromisso com os resultados.

CORPORATE HUNTER: O NOSSO SERVIÇO DE MARKETING ESPECIALIZADO

HEAD HUNTERS são caçadores de cabeças de executivos e gestores, mas no ritmo da evolução do mercado, apresentamos este novo personagem da competitividade: o "CORPORATE HUNTER", um caçador de empresas, especializado na formatação e estruturação de parcerias entre empresas.
É com grande satisfação que apresentamos a estruturação deste serviço ao mercado empresarial, como forma de ajudar nos saltos de competitividade dos nossos clientes, através de alianças de cooperação, especialmente em relação às questões de conquistas de novos mercados.
A FORMATAÇÃO E ESTRUTURAÇÃO DE PARCERIAS. É o projeto a ser executado para empresas, a partir da existência ou não, do Plano de Negócios e das definições detalhadas no Planejamento Estratégico. Vide artigos neste blog sobre este assunto. Basta rolar a página.
NOSSA ESPECIALIDADE: Somos especializados em formatar e estruturar redes de negócios, aplicadas aos canais de distribuição de acesso aos mercados das empresas, tanto nacionais como internacionais.
Analisar e avaliar o modelo existente e assessorar nas projeções e nos ajustes, totais ou parciais, de acordo as necessidades de cada caso, é a nossa proposta para ajudar a diretoria da empresa, desde a definição do modelo ideal, até a contração da empresa parceira.
.A IMPLEMENTAÇÃO DOS SERVIÇOS DE "CORPORATE HUNTER": Assessorar a diretoria na definição e identificação dos perfis mais adequados ao modelo operacional e a cultura da empresa, que serão prospectados no mercado.
A PROSPECÇÃO DE MERCADO: Realizar a seleção prévia das empresas potenciais que serão convidadas a participar do processo seletivo.
O PROCESSO SELETIVO: Filtragem da varredura de mercado, através de entrevistas individuais com a consultoria sobre os seguintes pontos: a) Análise da expertise técnica, conhecimento de mercado, network, entre outros. b) Análise do conceito junto aos bancos, fornecedores e clientes. c) Análise da capacidade econômico-financeira, no caso de distribuição de produtos. d) Análise dos atos constitutivos – contrato social ou estatutos.
AS RODADAS DE NEGÓCIOS PRIVATIVAS: Encontros de aproximação e avaliação de perfil entre a empresa contratante e as empresas potenciais candidatas.
O PROCESSO DECISÓRIO DE SELEÇÃO: Acompanhar e analisar as avaliações individuais das empresas candidatas entrevistadas, bem como o respectivo apoio decisório.
A CONTRATAÇÃO: Apoiar na elaboração de contratos.
O APOIO NA INTEGRAÇÃO DAS EMPRESAS CONTRATADAS: Nesta fase, assessorar nas ações de endomarketing, fundamentais para início das operações.
Para obter maiores detalhes, por favor, contate-nos pelo e-mail camrico@portoweb.com.br ou manrico@portoweb.com.br ou pelo fone (51) - 99.82.97.36

domingo, 15 de agosto de 2010

A GESTÃO DA INFORMAÇÃO PRIVILEGIADA

A informação privilegiada gera ações de gestão de oportunidades. Saber tirar partido delas é uma arte. E o vídeo abaixo mostra o talento empreendedor na gestão da oportunidade. Preste muita atenção no semblante do empresário. Aproveitem...


video

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

A GESTÃO E A BANDA

Quando falamos de empresa, um dos pontos básicos relacionados com as ferramentas da Administração, sempre vem à tona, que é a questão dos processos. Prezados amigos, as palavras que explicam e identificam este conjunto de processos são a AFINAÇÃO, a HARMONIA e o COMPROMETIMENTO.
Um Plano de Negócios com uma Gestão Estratégica bem executada podem ter os ingredientes acima e, a melhor forma que encontrei de "pintar este quadro" aos meus leitores, foi com este link que comparitlho.
Clique no link abaixo e veja que não é mera coincidência a comparação.
http://youtu.be/WGpuD619tVI
Fica o desafio aos leitores, após assistirem esta exibição:
Me enviem os adjetivos contidos na relação entre a banda e a gestão empresarial?
Clique no envelope abaixo e receberei seu comentário e contribuição. Obrigado.

terça-feira, 27 de julho de 2010

PLANOS DE NEGÓCIOS – INSTRUMENTO DE GESTÃO

As empresas com muita freqüência têm dificuldades em inovar, migrar com segurança para novos negócios, ou simplesmente manter a continuidade do negócio em si. Muitas vezes o que ocorre é a dificuldade em planejar todo o empreendimento (mercados, clientes, infra-estrutura, custos, necessidades de capital fixo e de giro, investimentos totais, fontes, usos, entre outras).
Da mesma forma isto ocorre com empreendedores iniciantes.
Assim, elaborar o plano de negócios é o diferencial para concretizar idéias e inovações, sair da ação empírica e dimensionar os riscos, principalmente em relação à viabilidade da operação e a rentabilidade em relação ao capital investido.
A amplitude do plano de negócios permite uma visão completa do empreendimento e todos os aspectos da gestão a ser aplicada.
Alguns benefícios estão em analisar, avaliar, definir, estruturar, projetar, mensurar. Enfim, planejar, organizar, direcionar, controlar e executar.
A título de lembrança estas são algumas premissas básicas da ciência da Administração.

AULA SOBRE GESTÃO ESTRATÉGICA - I

Um padre está dirigindo por uma estrada quando um vê uma freira em pé no acostamento. Ele para e ofer ece uma carona que a freira aceita.
Ela entra no carro, cruza as pernas revelando suas lindas pernas. O padre se descontrola e quase bate com o carro. Depois de conseguir controlar o carro e evitar acidente ele não resiste e coloca a mão na perna da freira. A freira olha para ele e diz: - Padre , lembre-se do Salmo 129!!!
O padre sem graça se desculpa:
- Desculpe Irmã, a carne é fraca... E tira a mão da perna da freira.
Mais uma vez a freira diz:
- Padre , lembre-se do Salmo 129!!! Chegando ao seu destino a freira agradece e, com um sorriso enigmático, desce do carro e entra no convento. Assim que chega à igreja o padre corre para as Escrituras para ler o Salmo 129, que diz: " Vá em frente, persista, mais acima encontrarás a glória do paraíso".
Conclusão: *Se você não está bem informado sobre o seu trabalho, você pode perder excelentes oportunidades*.

O PLANO DE NEGÓCIOS CIENTIFICAMENTE COMPLETO

Assim como temos 190 milhões de técnicos de futebol, nos negócios as coisas não são muito diferentes. Muita gente acha que é Administrador. Imaginem-se receitando medicamentos, calculando edifícios e pontes ou querendo atuar em relação às Leis. Em negócios a situação é idêntica. O tino comercial herdado de família e os conselhos dos palpiteiros de plantão imperam, principalmente nas pequenas e médias empresas e sobre as ferramentas científicas, já ouvi de viva voz, de alguns empresários, são consideradas poesia.
É claro que estou vendendo o meu peixe, mas as estatísticas demonstram que cerca 90% dos negócios fecham no primeiro ano, por carências de gestão, onde está incluída, de forma contundente, a falta de planejamento, entre outras.
É o que chamo de “a corrida dos espermatozóides”. Só um chegará lá. Não podemos colocar nosso capital e iniciar um empreendimento como um espermatozóide maluco. O valor que se aplica em um empreendimento, independente do porte, chama-se capital de risco. Estou certo que todos sabem muito bem sobre isto.
Temos que agir, a exemplo de uma viagem, ou seja, traçar a rota, definir o que faremos durante a viagem como, abastecimento, hotel, lanche, bagagens, etc. Volto a enfatizar na palavra básica: planejamento responsável e detalhado.

AULA SOBRE GESTÃO ESTRATÉGICA - II

Um homem está entrando no chuveiro enquanto sua mulher acaba de sair e está se enxugando. A campainha da porta toca. Depois de alguns segundos de discussão para ver quem iria atender a porta a mulher desiste, se enrola na toalha e desce as escadas.
Quando ela abre a porta, vê o vizinho Nestor em pé na soleira Antes que ela possa dizer qualquer coisa, Nestor diz: - Eu lhe dou 3.000 reais se você deixar cair esta toalha!!! Depois de pensar por alguns segundos, a mulher deixa a toalha cair e fica nua. Nestor então entrega a ela os 3.000 reais prometidos e vai embora.
Confusa, mas excitada com sua sorte, a mulher se enrola de novo na toalha e volta para o quarto.
Quando ela entra no quarto, o marido grita do chuveiro:
- Quem era ???
- Era o Nestor, o vizinho da casa ao lado, diz ela. - Ótimo !!!
Ele lhe deu os 3.000 reais que ele estava me devendo??
Conclusão: Se você compartilha informações a tempo, você pode prevenir exposições desnecessárias-

A ESTRUTURA E O CONTEÚDO DO PLANO DE NEGÓCIOS

1) RESUMO EXECUTIVO
1.1. O Enunciado do Projeto
1.2. Os Empreendedores
1.3. Os Produtos, Serviços e Tecnologia
1.4. Análise do Mercado Potencial
1.5. Os Elementos de Diferenciação
1.6. As Projeções de Vendas
1.7. A Rentabilidade e as Projeções Financeiras
1.8. As Necessidades de Financiamento
2) A EMPRESA
2.1. Histórico
2.2. Planejamento Estratégico: Missão, Foco, Objetivos, Desafios e Estratégias Futuras
2.3. Descrição Legal
2.4. Estrutura Organizacional
2.5. Equipe Dirigente
2.6. Plano de Operações sob os aspectos de Administração e Gestão Empresarial, Comercial, Qualidade, Terceirização, Parcerias e Responsabilidade Social e Meio Ambiente.
3) PLANO DE MARKETING
3.1. Análise do Mercado
3.2. Setor Operacional: Oportunidades e Ameaças – Pontos Fortes e Fracos
3.3. Clientela
3.4. Segmentação
3.5. Concorrência
3.6. Estratégias de Marketing
3.7. Produtos e Serviços com Análise de Tecnologia e Ciclo de Vida dos Produtos, Vantagens Competitivas, Planos de Pesquisa e Desenvolvimento.
4) O PROJETO
4.1. Plano de Implementação
4.2. Cronograma
5) BUSCA DE DADOS RELACIONADOS AOS SEGUINTES ASPECTOS:
5.1. Investimentos
5.2. Pessoal de Produção
5.3. Terceirização
5.4. Distribuição dos Lucros
5.5. Despesas Administrativas
5.6. Produtos, Serviços e Insumos
5.7. Receitas
5.8. Alocação de Recursos
5.9. Impostos e Taxas
5.10. Empréstimos e Estrutura de Capital
5.11. Fontes e Usos
5.12. Balanço Inicial (a partir da data base da estruturação do Plano de Negócios)
6) PLANO FINANCEIRO – PROJEÇÕES POR 5 ANOS
6.1. Investimentos
6.2. Projeção dos Resultados com Inserção de Todos os Dados Financeiros e Relacionados com o Empreendimento em Todas as suas Rubricas
6.3. Análise das Amortizações dos Financiamentos
6.4. Quadro de Fontes e Usos
6.5. Projeção de Fluxo de Caixa
6.6. Análise do Ponto de Equilíbrio
6.7. Análise do Investimento verificando o Pay-Back e da Taxa Interna de Retorno
6.8. Projeção de Balanço de Exercícios Futuros com base nas Projeções.
OBSERVAÇÃO: Para tentat ser mais-que-perfeito na didática gostaria de enfatizar, conforme demonstrado no esquema das 6 fases acima, que o Planejamento Estratégico é apenas um item do Plano de Negócios e para desenvolver o Plano de Negócios de sua empresa ou empreendimento, contate-nos pelo e-mail camrico@portoweb.com.br e obtenha mais informações.

AULA SOBRE GESTÃO ESTRATÉGICA - III

Dois funcionários e o gerente de uma empresa saem para almoçar e na rua encontram uma antiga lâmpada a óleo. Eles esfregam a lâmpada e de dentro dela sai um gênio.
O gênio diz: - Eu só posso conceder três desejos, então, concederei um a cada um de vocês!!!
- Eu primeiro, eu primeiro." grita um dos funcionários... Eu quero estar nas Bahamas dirigindo um barco, sem ter nenhuma preocupação ;na vida " ... Pufff e ele foi .
O outro funcionário se apressa a fazer o seu pedido:
- Eu quero estar no Havaí, com o amor da minha vida e um provimento interminável de pina coladas !!! Puff e ele se foi .
- Agora você - diz o gênio para o gerente ..
- Eu quero aqueles dois de volta ao escritório logo depois do almoço para uma reunião!
Conclusão: *Deixe sempre o seu chefe falar primeiro*.

POR QUE FAZER UM PLANO DE NEGÓCIOS?

Afora a construção de todas as 6 ferramentas acima, proporciona as seguintes aplicações: - Alavancar e prospectar novos negócios;
- Negociar a empresa;
- Obter capital de risco (busca de sócio capitalista)
- Obter financiamento bancário de longo prazo para expansão;
- MUITO IMPORTANTE: Utilizar como ferramenta de gestão estratégica e de comunicação com o público interno da organização, que na realidade é quem faz “a empresa acontecer” e tem a necessidade de conhecer o rumo estratégico para a plena satisfação dos clientes.
NÃO CONFUNDA PLANO DE NEGÓCIOS COM PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
Para ser mais-que-perfeito na didática gostaria de enfatizar, conforme demonstrado no esquema das 6 fases acima, que o Planejamento Estratégico é apenas um item do Plano de Negócios.
Para desenvolver o Plano de Negócios de sua empresa ou empreendimento, contate-nos pelo e-mail camrico@portoweb.com.br e obtenha mais informações.

AULA SOBRE GESTÃO ESTRATÉGICA - IV

Na África todas as manhãs o veadinho acorda sabendo que deverá conseguir correr mais do que o leão se quiser se manter vivo.
Todas as manhãs o leão acorda sabendo que deverá correr mais que o veadinho se não quiser morrer de fome.
Conclusão: Não faz diferença se você é veadinho ou leão, quando o sol nascer você tem que começar a correr.

QUANDO A ESTRATÉGIA PODE SE TORNAR PROBLEMA

ALGUMAS CITAÇÕES E EXPERIÊNCIAS OBSERVADAS EM RELAÇÃO À GESTÃO ESTRATÉGICA - Somente 5% dos colaboradores de uma empresa conhecem a estratégia.
- Presidentes, diretores, sócios ou donos se reunem e definem os grandes números e indicadores do próximo exercício.
- É preciso que os gestores conduzam no dia-a-dia e discutam mensalmente cada item das projeções e que reunam ordinariamente todas as equipes trimestralmente.
- É a hora da avaliação, realinhamento e tabulação para a premiação por resultados.
- Hoje estratégia não faz parte do dia-a-dia de todos os executivos / gestores.
- Pesquisas mostram que 50% das equipes não gastam 1 hora por mês para discutir estratégia.
- Isto ocorre por descaso de muitos gestores e, principalmente por falta de ferramentas de mensuração.
- A experiência mostra que a gestão da estratégia é o “pára-brisa” quando ativada em relação ao futuro e o “espelho retrovisor” em relação ao passado, quando as coisas não vão muito bem.
- É no passado que buscamos os “culpados”, porém ele não pode mais ser modificado. Só fica o oneroso aprendizado que, quando colocamos em prática para não sermos reincidentes, tem o valor da experiência.
- O que está sendo feito agora para melhorar o resultado futuro da minha empresa?
- Estamos com nossas atitudes diárias e nossos processos alinhados com a nossa estratégia?
- É preciso que todos os colaboradores conheçam e tenham o mesmo foco, trabalhem em equipe, com líderes orientadores e comunicadores das prioridades e da aplicação estratégica.
- É preciso reduzir ameaças que inviabilizam a estratégia de acontecer.

AULA SOBRE GESTÃO ESTRATÉGICA - V

Um corvo está sentado numa árvore o dia inteiro sem fazer nada. Um pequeno coelho vê o corvo e pergunta:
- Eu posso sentar como você e não fazer nada o dia inteiro?
O corvo responde: - Claro, porque não?
O coelho senta no chão embaixo da árvore e relaxa. De repente uma raposa aparece e come o coelho. Conclusão: Para ficar sentado sem fazer nada, você deve estar no topo

AFINAL, O QUE É GESTÃO ESTRATÉGICA?

Gestão estratégica é a execução do Plano de Negócios no dia-a-dia da empresa, ou seja, de todas as projeções definidas para um determinado período.
Resumidamente, todos devem atuar com a estratégia presente na cabeça, na ponta da língua e em cada uma de suas atitudes cotidianas, através de processos produtivos internos e, isto deve agregar valor ao produto final, a ponto de que o cliente perceba. Se não for assim, o esforço não agregou valor.
DESAFIO ESTRATÉGICO.
Transportar as estratégias para o dia-a-dia dos negócios. Levar para todos os níveis, de forma prática e não burocrática os planos da alta cúpula. O ponto alto é garantir que as estratégias se transformem em resultados esperados.
RESULTADOS PROPOSTOS
Que o planejamento saia do papel e que a linha estratégica chegue a todos.
Que todos os colaboradores possam compartilhar da visão, saber o que a empresa quer e monitorar a aplicação prática.
Obter comprometimento e aplicação das equipes neste intento de materializar as estratégias, integrando recursos e esforços de estruturas, métodos, competências e ferramentas.
Agregar valor via o aumento de sinergia, nas questões da gestão estratégica das empresas, criando uma cultura participativa e valendo-se da consultoria como facilitadora à alta direção, para operacionalizar o projeto.
Atingir a plenitude da satisfação do cliente e obter da percepção de qualidade através do valor agregado aos produtos, em todos os sentidos.
NÃO CONFUNDA GESTÃO ESTRATÉGICA COM PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
Como já disse um filósofo anônimo: Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa. O Planejamento Estratégico é uma ferramenta do Plano de Negócios, criada ou simplesmente atualizada, realinhada, mudada por novos rumos, etc.
OPERACIONALIZAÇÃO E METODOLOGIA DE TRABALHO
Para conhecer melhor e avançar em uma metodologia customizada, entre em contato conosco pelo e-mail camrico@portoweb.com.br

AULA SOBRE GESTÃO ESTRATÉGICA - VI

Um fazendeiro resolve colher algumas frutas em sua propriedade, pega um balde vazio e segue rumo às árvores frutíferas. No caminho ao passar por uma lagoa, ouve vozes femininas que provavelmente invadiram suas terras. Ao se aproximar lentamente, observa várias belas garotas nuas se banhando na lagoa, quando elas percebem a sua presença, nadam até a parte mais profunda da lagoa e gritam:
- Nós não vamos sair daqui enquanto você não deixar de nos espiar e for embora.
O fazendeiro responde:
- Eu não vim aqui para espiar vocês, eu só vim alimentar os jacarés!
Conclusão: *A criatividade é o que faz a diferença na hora de atingirmos nossos objetivos mais rapidamente